Migrar arquivos do Team Drive do Google Wokspace para o Sharepoint Online usando o Microsoft Mover

Olá a todos, sejam bem vindos ao artigo (ou Tutorial) que vai te ensinar como realizar a migração de pastas e arquivos do Team Drive (“Pastas” corporativas compartilhados dentro do Google Workspace ou antigo GSuite) para o Sharepoint Online usando uma ferramenta adquirida pela Microsoft chamada “MOVER”

Concordo que tive um pouco de dificuldade em encontrar assuntos relacionados a essa migração em português, e foi justamente o que me motivou a querer realizar essa postagem.

Para quem trabalha hoje com Team Drive do Google com a sua estrutura de pastas organizada e migrou alguns Workloads para o Office 365, fique ciente que é possível migrar e manter a estrutura igualmente rodando no Sharepoint. Vou mostrar a vocês como realizar.

Para começar, criei uma conta trial do Google Workspace (Antigo GSuite) válida por 14 dias. É mais que suficiente para o nosso tutorial.

*Não vou entrar em detalhes em como criei a estrutura em ambos os lados tanto no Google Workspace ou no Sharepoint, já que o nosso foco é a migração.

Mas para quem tiver interesse, estou deixando os links de criação dos Tenants para quem tiver interesse em simular esse ambiente.

______________________________________________________________________________

CRIAR UMA CONTA TRIAL GOOGLE WORKSPACE
https://support.google.com/a/answer/9983832?hl=pt-BR&ref_topic=29190

CRIAR UMA CONTA TRIAL OFFICE 365
https://support.google.com/a/answer/9983832?hl=pt-BR&ref_topic=29190

______________________________________________________________________________

Chega de enrolar e vamos logo ao que realmente interessa:

AMBIENTE ATUAL EM PRODUÇÂO – GOOGLE WORKSPACE

Para simular uma estrutura corporativa, montei os seguintes “Drives” (O Google chama de Drive e não Pastas) e acabei não fazendo o compartilhamento, mas podemos supor que está compartilhado com diversos usuários da minha organização. Como sou o Admin, consigo ver os drives que eu criei.

OBS: Cuidado com quem tem permissão para criar os Drives, pois se não estiver compartilhado com o Admin o Drive não será listado no MOVER. Sugiro que faça o levantamento de quem tem permissão para criar e em seguida analisar se há algum Drive não compartilhado com o Admin ou com a conta que está usando.

Como podem ver, foram criadas algumas pastas e arquivos dentro dessa estrutura com arquivos do Office (Extensões .docx, .xlsx e .pptx) para comparações no fim de nosso tutorial

Criado também arquivos do Office do Google (Doc, Sheet e Slide) que será convertido para arquivos do Office da Microsoft.

AMBIENTE DE DESTINO – SHAREPOINT ONLINE

Já no nosso ambiente de destino, que é o local onde as pastas e arquivos mostrados anteriormente serão migrados.

Um site chamado “DADOS” foi criado no Sharepoint e então uma pasta pai chamada “Nemes Corp” (que é a nossa empresa fictícia) foi adicionada dentro dela.

Para facilitar aos usuários que utilizarão a ferramenta, montei a mesma nomenclatura de pastas que o nosso ambiente de origem (Fica a seu critério a nomenclatura dos ambientes).

OBS: lembrando que o intuito não é detalhar em como criar um site ou definir permissões no Sharepoint, apenas definir a migração.

Para detalhes de como criar um site no Sharepoint Online, veja o KB da Microsoft:
https://support.microsoft.com/pt-br/office/criar-um-site-do-sharepoint-online-9fdfbbc4-1675-4d40-8df4-93b1340d5f34

PRÉ-REQUISITOS E LIMITAÇÕES

Garanta que a conta em ambos os lados (Google e Microsoft) sejam administradores de seus tenants e tenham permissões aos itens.

Os sites e pastas de destino no Sharepoint, já devem estar previamente implantadas.

Antes de partir para a Preparação e Migração temos que ter a noção das seguintes limitações:

  • Permissões não são vistas e muito menos migradas
  • Não migra histórico de revisões, apenas a última versão do arquivo.
  • Desenhos, formulário, sites e mapas não são transferidos
  • Arquivos marcados como restritos não serão migrados
  • Atalhos do Google não são migrados

PREPARAÇÃO

Ciente das limitações, precisamos realizar as integrações e conexões entre as nuvens. Com isso faremos as autorizações necessárias para o MOVER identificar o conteúdo de ambos os locais e a conexão com as ferramentas do Sharepoint e Team Drives.

INSTALAR MOVER NO WORKSPACE

Inicialmente, vamos instalar o aplicativo MOVER no Google Workspace. Para isso:

  • No Painel Admin, clique em APPs
  • Selecione Apps do Workspace Marketplace.
  • Adicionar APP a lista…
  • Na aba de pesquisa, escreva “mover” e então selecione o aplicativo
  • Instale para todo o domínio
  • E autorize a instalação clicando em Permitir ou Allow

O Aplicativo foi instalado no portal do Workspace. Agora vamos para o Mover.

ACESSANDO O MOVER E CONFIGURANDO A ORIGEM

  • Para acessar o MOVER, basta acessar pela bandeja de aplicativos do Google ou acessar o site https://mover.io.
  • Ao se logar pela primeira vez, uma autenticação da Microsoft é necessária. Autentique-se com a conta admin que tenha permissão na estrutura do Sharepoint que criamos lá no início.
  • Como já estou conectado, não irá solicitar a senha.
  • Aceite as permissões (Consentimento em nome da organização dará permissão de administrador a todos os usuários de seu locatário. Não selecione a opção!)
  • Pronto. Estamos com acesso ao portal do Mover, mas antes de iniciar precisamos autorizar o Mover em nosso Azure AD.

AUTORIZAR O APP NO AZURE AD

Para finalizar a preparação, precisamos autorizar o uso do aplicativo no tenant do Azure AD.

  • Esse é o portal do MOVER onde faremos as conexões e acompanhamento das migrações. Para autorizar o MOVER em nosso tenant de destino, seleciona “Authorize new connector” em Destination:
  • Como em nosso caso o destino é o Sharepoint, vamos autorizá-lo:
  • Autorize
  • Após autorizar, uma tela de autenticação exigirá o usuário e senha do nosso usuário admin do Office 365 e então retornará na tela inicial do MOVER com uma indicação de erro de que não conseguiu coletar as informações de usuários ou Sharepoint. Para resolver, vamos ao nosso Tenant do Azure AD para registrar nosso aplicativo.

Ou clicar no link que a seta em destaque está indicando na imagem anterior.

Na tela do Azure AD, clique  em “Aplicativos Empresariais”

  • Na lista seleciona o aplicativo Office 365 Mover
  • Mude a atribuição de usuário para “Sim”  e então dê um “Salvar”para selecionar os usuários ou grupos que terão acesso à aplicação.
  • Dessa forma o aplicativo está configurado para selecionar os usuários que terão acesso, mas ainda não finalizamos. Ainda no Azure AD dentro das configurações do aplicativo, vá em permissões e então clique no botão “Conceder consentimento do administrador para Nome da Empresa”
  • E então aceite as permissões
  • O aplicativo terá permissões Full Control nos sites do Sharepoint e então já estamos prontos para iniciar os nossos conectores e em seguida a migração.

Retornando ao portal do MOVER, vamos fazer as conexões já que estão todos autorizados. Selecione origem como GSuite e o Destino como Office 365. Deve ficar dessa maneira:

Como podem ver, um novo campo se abriu com a opção para Continuar o Setup da Migração. Com os conectores funcionando, podemos prosseguir.

OBS: Caso esteja tendo erro de listar os usuários no conector do GSuite, pode-se levar até 24 horas após a instalação do APP no Portal do Google para listar os Team Drives.

MIGRAÇÃO

Esse é o Dashboard que faremos a configuração de origem e destino das pastas e arquivos. Mas primeiro temos que listar os conteúdos existentes em ambas as nuvens.

  • Com isso vamos clicar em “Add Users”.
  • Na janela lateral que for aberta, podemos fazer o Discovery para descoberta automática ou podemos usar um arquivo CSV com os usuários e caminhos prontos. Em nosso caso, vamos usar o Discovery Automático.
  • Como podem ver, trouxe as pastas do Team Drive e também alguns usuários existentes em nosso ambiente. O Conteúdo desses usuários são de uso próprio do Google Drive. É possível migrar o conteúdo, mas como o nosso foco é o Team Drive, então faremos as exclusões no portal.

OBS: Removendo os usuários do dashboard do Mover, não remove do local original.

  • Com os usuários removidos, ficaram apenas as pastas para migração na origem. E agora vamos configurar os destinos. Logicamente migraremos as pastas de origem para a pasta de mesmo nome do destino. Por exemplo:

GSUITE\CONTROLE è SHAREPOINT\CONTROLE

GSUITE\COMERCIAL è SHAREPOINT\COMERCIAL

GSUITE\FINANCEIRO è SHAREPOINT\FINANCEIRO

E por por aí vai….

  • Agora vamos configurar os destinos. O procedimento é o mesmo para todas as pastas, mas farei apenas na pasta CONTROLE para exemplo. Seleciona a pasta, e então clique em “User Actions” e em seguida “Edit Destinations”
  • Na janela lateral, a lista de sites existentes no sharepoint será mostrada. A navegação é como se estivesse navegando por pastas, para abrir só dar 2 cliques. Vou selecionar meu site chamado DADOS e então navegar até a pasta CONTROLE.
  • Esse foi o caminho percorrido para chegar à pasta CONTROLE no Sharepoint. Caso seja o destino escolhido, basta clicar em “Save Path Destination”
  • Faremos o mesmo procedimento com as demais pastas. Quando finalizar a configuração de destino, basta selecionar uma ou todas as pastas e então finalmente clicar em “Start Migrating”
  • Ao clicar em iniciar, antes irá solicitar que aceite os termos, mostrar um resumo de origem e destino e então terá a opção de iniciar agora ou no horário agendado. Lembrando que o Schedule deve ser configurado antes de dar o start. Para configurar, basta selecionar a pasta e clicar em “User Actions” e então verá a opção de Schedule para a pasta selecionada. Basta configurar a data ou horário que deseja iniciar. Como não configurarmos um Schedule, vou selecionar “Right Now” e dar o “Start Migration”

OBS: Mesmo não configurando o Schedule e eu seleciona a opção “On Schedule” ele iniciará a tarefa de migração imediatamente.

  • Pronto, o processo de migração será iniciado e poderá acompanhar os status de “Running” ou “pre-Checks” “Waiting on Microsoft” para conferir se a tarefa está rodando ou não.
  • Pode ser um processo demorado e vai depender da quantidade dados existentes na origem. Pode ser haja erros na migração e para detalhar, pode verificar abrir a aba de logs e filtrar por erros (Que é incrível e realmente te informa o motivo de não copiar). No meu caso, todas concluíram com êxito.
  • Conferindo se a migração foi realizada com êxito, estou acessando a pasta COMERCIAL no Sharepoint. Como podemos comparar com a imagem no início, todas as pastas foram migradas.

Inclusive a pasta que continham arquivos do Office do GSuite, foram migrados para o formato do Word, Excel e Powerpoint.

CONCLUSÃO

Vimos que se ocorrer tudo bem na migração, e a parte de planejamento com os usuários forem corretamente alinhadas previamente a migração será praticamente transparente ao usuário.

Sobre Allan Nemes 2 Artigos
Formado em Redes de Computadores pela FIAP com certificações em Office 365 e Microsoft Azure. Administrador de Rede e Sócio da BNP Soluções em TI. Fanático por música e tecnologia, além de grande apreciador de Cervejas Artesanais!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*