Trilha de Metodologias Ágeis: Parte 3 – LEAN

Olá pessoal, tudo bem? Hoje iremos para a parte 3 da nossa trilha de metodologias Ágeis, e o nosso capítulo hoje chama-se Lean.

A metodologia Lean é utilizada em qualquer tipo de gerenciamento, a fim de evitar desperdícios, tanto que pessoas, verba e qualquer outro custo que possa ser mensurado. Sua ideologia é utilizar apenas os recursos que são realmente necessários para a conclusão da tarefa, de maneira que atenda a necessidade e qualidade da entrega do trabalho.

Ela faz parte do manifesto ágil, e sua tradução literária significa “enxuto”. Sua aplicação não visa apenas melhorar e otimizar custos, mas também trabalhos com melhoria contínua aprimorando métricas e facilitando a aplicação em outros projetos futuros.

Essa metodologia foi aplicada pela primeira vez após a segunda guerra mundial, pela Toyota. O próprio fundador da Toyota junto com um engenheiro se uniu para criar algo que pudesse aumentar o crescimento da empresa, se adaptando a baixa mão de obra que eles possuíam devido a guerra. De início chamava-se Toyota Production System (TPS), e após anos de utilização mudou-se para Lean.

Como aplicar o Lean

Para aplicar dentro do seu ambiente, seja ele TI, negócios, produção ou qualquer outro, você vai precisar montar seu template, pensando nos custos que precisa diminuir garantindo a qualidade do serviço que você entrega.

Identifique o que gera desperdícios: Mencione aqui tudo aquilo que pode te gerar um custo inesperado. Ex. Computadores com defeito, retrabalho, falta de proatividade, trabalhos manuais (Otimize e Automatize), qualquer parada na sua operação.

Trabalhe com outras metodologias: O Lean não funciona sozinho, use outras frameworks tais como: ITIL, COBIT, Kanban ou qualquer outra que você já utilize na sua empresa, o Lean adapta-se bem a qualquer método.

Utilize Métricas: Não existe metodologias, frameworks ou milagres que você implante sem medir o que está fazendo e se realmente está funcionando. Métricas lhe ajudam a saber se realmente está no caminho certo.

Melhore os processos: O Lean como todos as outras metodologias necessitam de melhoria em seus processos. Use suas métricas para saber o que é possível melhorar, otimize seu trabalho deixando tudo o que for possível automático. Afinal, tempo é dinheiro.

Garanta seus ativos: Estude tudo o que você já tem internamente, e garanta que seus ativos estão em bom funcionamento. Não dá para mensurar o tempo que um projeto de autocad vai ser finalizado em uma máquina com processador dual core, certo? A mesma coisa serve para o trabalho da sua equipe de TI, não tem como entregar nada, sem recursos.

Esses são apenas alguns exemplos de como montar seu Lean, lembrando que o trabalho deve ser feito em conjunto com alguma outra metodologia. Se você já tem ideia de qual metodologia aplicar, comente aqui no post, se ainda não sabe, fique por aqui e acompanhe as próximas metodologias da nossa trilha. Abraços e até a próxima.

Sobre Bianca Dezorzi 21 Artigos
Formada em Gestão de T.I, apaixonada por cães e sempre aprendendo. Atualmente trabalho como Customer Success Manager e coordeno uma poderosa central de serviços

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*