Internet das Coisas (IoT) tecnologia impulsionadora para indústria 4.0

Desde o surgimento da máquina a vapor, no início do século XVII, a indústria experimenta um contínuo processo de evolução.

À primeira vista, essa evolução faz com que as barreiras entre o físico e o digital sejam quebradas. O que nos leva a grandes mudanças para mundo corporativo e industrial. 

A internet das Coisas (IoT) já é responsável por trazer grande parte dessas mudanças, o que a torna uma das tecnologias mais importantes do século XXI. Uma vez que, por meio dela, é possível conectar diversas “coisas” desde objetos do cotidiano como, eletrodomésticos, carros, termostatos, babás eletrônicas. Até mesmo equipamentos mais robustos como máquinas industriais, robôs e equipamentos autônomos.

Isso torna possível uma comunicação perfeita entre pessoas, e processos por meio de dispositivos incorporados.

Na pratica como funciona a conexão IoT ?

Um sensor é instalado ao objeto que será monitorado, as informações são extraídas e processadas por um microcontrolador em seguida os dados são transferidos microprocessador que recolhe e envia os dados para as nuvens. Isso possibilitou o início da quarta revolução industrial.

    

Antes de falar sobre a indústria 4.0 e como evoluímos para ela, é importante fazer um breve lembrete sobre as revoluções industriais:

Assim chegamos aos dias atuais, com a Quarta revolução industrial, ou Industria 4.0.

Indústria 4.0

A Industria 4.0 traz tecnologias potencializadoras que são capazes de integrar cada vez mais, tecnologias a pensamentos estratégicos, tudo isso integrado ao chão de fábrica. Consequentemente essa “mistura” eleva o patamar produtivo da organização.

No momento em que uma empresa se adequa a essa produção inteligente, sua maneira de produzir é modificada dado que, todos os sistemas industriais poderão ser integrados.

A computação em nuvem tem um importante papel nesta etapa, é por meio dela que os dados são armazenados e compartilhados, isso garante maior segurança das informações, e maior facilidade ao acesso dos dados.

Os dados coletados poderão ser enviados ao sistema de gestão (ERP), por exemplo, isso faz com que a performance da produção, possa trazer impactos positivos também para a gestão da empresa.

Isso possibilita também que indústria faça uma análise mais detalhada e eficiente sobre sua operação e consiga identificar exatamente o seu gargalo. Tais análises são tão eficientes que não poderiam ser feitas por um ser humano. Esse conjunto de fatores viabiliza o alcance de resultados que a 5 anos atrás não poderiam ser alcançados.

As vantagens da indústria 4.0

Quando o negócio mexe no bolso, as vantagens atingem outro patamar, não é verdade?

E um dos principais benefícios da Indústria 4.0 é, justamente, a diminuição dos gastos.

Isso se deve, principalmente, à inteligência das máquinas.

Segundo o estudo IoT Barometer 2017/18, as organizações que implantaram IoT perceberam nos resultados de seus processos, em média, aumento na receita de 19% e redução nos custos de 16%. Mais da metade dos entrevistados (51%,) percebeu a aceleração das receitas ou novos fluxos de receita e 55% deles destacaram o aumento da eficiência

Além de possuírem autonomia para programar manutenções, as tecnologias evitam o desperdício de matérias-primas. Os erros passam a ser menores, visto que, a função humana nos processos é reduzida.

Sem duvidas isso demonstra que daqui para a frente quanto maior for a digitalização da sua empresa, mais lucrativa, eficiente e competitiva ela será. Visto que, já dizem por ai que o os dados já são o petróleo do futuro, e serão ainda mais valiosos, pois é possível extrair insights e resultados valiosíssimos para o andamento da empresa e previsão dos cenários futuros. Seja com dados estruturados ou não estruturados.

Sobre Janaina Valim 2 Artigos
Uma economista se aventurando no mundo da tecnologia, fascinada em aprender e descobrir coisas novas.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*