Como a gestão vê a geração 50+ no ambiente de trabalho

Conforme os anos vão se passando, o costume da população vai se moldando cada vez mais, a fim de atender não apenas a necessidade do momento, mas também atingir um meio termo entre vida pessoal, e profissional. E como a vida pessoal tem grande influência na vida profissional, muitos casais (assim como eu), optaram por terem filhos mais tarde, e não com 20 anos como era na maioria dos casos a apenas uns 20/25 anos atras. (Eu disse muitos casais, não todos).

O impacto dessa decisão, não fica apenas na vida pessoal, e sim no ambiente corporativo de toda a organização. Com a baixa nos nascimentos de crianças no país, e com o aumento da longevidade da população, as empresas estão encontrando profissionais mais velhos para as vagas de trabalho, pois consequentemente a pirâmide da população fica inversa, onde no topo estão muitas pessoas com 50 +, e na base estão poucas pessoas com 20 +.

Mas no pensamento de um gestor, como isso funciona? Pode parecer obvio, mas para muitos ainda não é. As pessoas com 50+, normalmente são pessoas mais comprometidas com a atividade que estão fazendo, independente de qual seja.  Pesquisas mostram que essa faixa etária, costuma apresentar menos resistência em atividades mais pesadas, por exemplo, que a geração 20+, que normalmente não tem muito interesse em preencher vagas de mão de obra pesada, por exemplo.

Também já vi pesquisas em que a população 50+, costuma muitas vezes ir trabalhar com a saúde não em seu melhor estado (meu pai foi trabalhar operado precisando de uma semana de repouso), porque não quer perder o trabalho, ou simplesmente porque acha que aquilo não é nada. O que pode em muitos casos prejudicar a saúde da pessoa, porém em outros casos evita atestados desnecessários, que muitas vezes pessoas 20+ entregam apenas para apreciar o bloquinho de carnaval. (Não vamos generalizar).

Um outro ponto muito importante, é a satisfação da pessoa 50+ que costuma em alguns casos receber diretamente o atendimento das pessoas 50+. Em uma reportagem da série “trampo”, da rede globo que assisti sobre empregos para 50+, foi abordado idosos que preferem pegar uma fila maior, para serem atendidos por alguém de mais idade, do que por um jovem. Apenas para sentir o prazer desse atendimento.

Além do mais, pesquisas também mostram um turnover muito menor em pessoas 50+. Normalmente essa faixa etária não troca de emprego, igual troca de roupa. Já a garotada mais nova, prefere sair do emprego por qualquer coisa, ou simplesmente por que a outra empresa está pagando R$1,00 a mais. (Sim, eu já vi isso acontecer)

Na visão de um gestor, a geração 20+ tem muito mais facilidade de ser moldada, porém uma 50+ tem muito mais bagagem e experiencia, além de poder agregar muito mais para a empresa em algumas situações.

A geração 20+, tem sim suas qualidades. A garotada já nasce no celular, no computador, e na área de desenvolvimento e possível encontrar pessoas com 16 anos PJ, programando para várias empresas. Em contrapartida, a geração 50+ pode ter mais dificuldade em tecnologias, porém nada que com vontade não se resolva.

Além disso, a geração 50+ pode agregar muito conhecimento a equipe. Sabe aquela bagagem toda que eu disse acima? É transformada em conhecimento para as gerações anteriores. E isso pode ajudar muito a sua equipe.

Lembrando que, a geração 50+ ainda tem muita dificuldade para se realocar. Infelizmente muitas pessoas acabam achando que pela idade, a produtividade não será a mesma, ou a idade pode atrapalhar. Só que não prática não é assim. Então você gestor e recrutador, olhe com mais carinho para essa faixa etária, tanto porque além de serem ótimos profissionais, todos nós chegaremos nessa idade um dia.

Abraços a todos, e espero que tenham gostado da leitura. Nos vemos no próximo artigo. 

Sobre Bianca Dezorzi 69 Artigos
Pós Graduada em Gestão de T.I, estou sempre aprendendo e consumindo conteúdos de Gestão. Atualmente sou Customer Success Manager na BNP e coordeno uma poderosa Central de Serviços. E nas horas vagas? Amo passear na natureza com meus cachorrinhos.

1 Comentário

  1. Muito bacana o artigo e acho muito legal tratar deste assunto, pois é uma realidade que temos e é de extrema importância!
    Hoje infelizmente vemos muitas portas se fechando para a população 50+, porém, esta geralmente é mais experiente, tem mais força de vontade e merece seu lugar ao sol! E muitas vezes, ter um funcionário 50+ equivalem a dois 20+, pois a forma de trabalho, entusiasmo, muitas vezes é bem diferente.
    Espero que as empresas abram cada vem mais vagas e olhem para estes profissionais, que sempre agregam muito!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*